A Cidade Murada, Cartagena das Índias


Ah! Cartagena das Índias... A capital do departamento de Bolívar, localizada ao norte da Colômbia, é uma cidade que mistura a história do período colonial (eu amo isso) e as belezas do mar do Caribe. Que espetáculo de combinação!

Seu centro histórico, conhecido como Cidade Fortificada, Cidade Amuralhada ou Cidade Murada, foi declarado Patrimônio Nacional da Colômbia em 1959 e Patrimônio Mundial pela Unesco em 1984, obtendo reconhecimento de sua importância histórica e cultural para a humanidade. Suas fortificações e planejamento militar são reconhecidos como a quarta maravilha da Colômbia.

Casarões na Cidade Murada e, ao fundo, a torre da Catedral Basílica Metropolitana de Santa Catalina de Alejandría

Não há como não ficar maravilhado ao conhecer a Cidade Murada. Caminhar pelas ruas estreitas, observando os casarões impecáveis em seu colorido, as flores que pendem das varandas, transmitindo graciosidade ao olhar de quem estiver passando por lá. A prefeitura da cidade, inclusive, premia o morador que mantém a fachada mais bela e bem conservada com a isenção do pagamento do imposto anual, como uma forma de incentivo para que a cidade esteja sempre bonita.

Detalhe da sacada de um dos casarões na Cidade Murada

Fachadas coloridas pelas ruas do Centro Histórico

No meu primeiro dia em Cartagena, não via a hora de sair para me ambientar e caminhar pela cidade. Cheguei no hotel, deixei as malas no quarto e, logo, já estava percorrendo as ruas rodeadas pelos casarões coloridos, carregados de flores. Para aproveitar todas as belezas e curtir a atmosfera que a cidade histórica proporciona, a minha escolha de hospedagem foi justamente dentro da Cidade Murada.

A alguns passos do hotel, eu estava na Plaza de los Coches, onde está localizada a Torre del Reloj. Um ótimo lugar para iniciar a conhecer Cartagena, já que a torre é ponto de entrada para a Cidade Murada e foi o principal ponto de acesso à cidade por muitos anos. Também, lá está localizada a estátua do espanhol Dom Pedro de Heredia, que fundou a cidade em 1533. Edifícios coloniais rodeiam a praça e, entre eles, o Hotel Torre del Reloj, com mais de 180 anos.

Portal de los Dulces possui doces típicos à venda, na Plaza de los Coches

A Torre del Reloj marca a entrada para a Cidade Murada

Dentro da cidade murada, há muitas opções de praças para serem visitadas como a Plaza la Aduana, onde está localizado o prédio da Prefeitura. Mais adiante, a Plaza San Pedro Claver abriga uma igreja de mesmo nome e uma estátua, considerada Monumento Nacional da Colômbia, em homenagem ao homem que foi considerado Santo dos escravos africanos. Já, a Plaza Bolívar oferece muito verde e sombra para aliviar o calor. E a movimentada Plaza Santo Domingo abriga a escultura do artista Fernando Botero, La Gorda Gertrudis, além de restaurantes, artesanatos, entre outros.

Plaza San Pedro Claver

La Gorda Gertrudis, escultura do artista Fernando Botero na Plaza Santo Domingo

Mas a Cidade Murada, não tem somente boas praças. Além delas, museus, igrejas, construções militares e religiosas fazem regressar ao passado e conhecer ou, porque não dizer, reviver a história da cidade.

Igreja e Convento de Santo Domingo, na Plaza Santo Domingo

Percorrendo as ruas de Cartagena é comum encontrar as palenqueras, que deixam a cidade ainda mais colorida com seus vestidos nos tons da bandeira da Colômbia e oferecem um refresco ao calor com as suas frutas tropicais.

As palenqueras são um importante símbolo da história e da cultura da região, representando seus ascendentes de São Basilio de Palenque, o primeiro povo livre da escravidão na América

Batidas de cascos de cavalo tocando o chão anunciam charretes que passeiam pelas ruas, transportando, em um piscar de olhos, a um outro século, causando a sensação de voltar no tempo.

O povo alegre pelas ruas, ao som de ritmos latinos, do reggaeton e da salsa, somado ao calor de quase 40 graus, evidenciam o clima caribenho que contagia o visitante.

Artistas de rua mostram a sua arte por meio de desenhos, apresentações, criação de melodias que brincam com o visitante. Vendedores ambulantes insistentes surgem no caminho e, por um instante, fazem retornar à realidade e perceber as mudanças e consequências que o turismo traz para a região. É, nem tudo são flores.

A cada esquina, uma nova surpresa se apresenta. E, entre uma rua e outra, se avistam partes das muralhas... Ah, as muralhas de Cartagena... ainda erguidas expressando a sua robustez e firmeza... elas que vibram força e que, no passado, serviram como proteção da cidade aos ataques de piratas e permitiram que muitos tesouros fossem mantidos e preservados até os dias de hoje.

Nada melhor do que achar um cantinho para sentar sobre as muralhas e sentir a energia que emana delas... olhar em direção ao mar e esperar o dia terminar, apreciando a beleza do sol que se põe. Não há melhor momento para ir até o encontro delas. As muralhas permitem o melhor início de noite na cidade.


Sentar nas muralhas ao fim da tarde e observar o pôr do sol... Quer programa melhor?

As muralhas são bem preservadas e é possível percorrer quase toda a sua extensão

E por falar em noite... Ela traz um brilho todo especial e muita animação à cidade. As praças abrem espaço para apresentações de danças típicas e muita música. As construções são iluminadas pelas luzes das arandelas, que deixam as ruas, praças e monumentos ainda mais fascinantes. O cenário se completa com o clima agradável para perambular e seguir se deslumbrando a cada passo.

Uma das ruas no Centro Histórico de Cartagena

São muitas opções de restaurantes para se deliciar, provar pratos típicos com frutos do mar e experimentar as melhores limonadas de coco da vida. Para quem é da festa, percorrer a cidade a bordo da Chiva Rumbera e terminar a noite em uma danceteria, curtindo muita música, dança e animação pode tornar o passeio bem divertido.

Hotel Torre del Reloj na Plaza de los Coches

Ao conhecer Cartagena fica fácil perceber os motivos pelo qual a cidade inspirou Gabriel García Marquez – ganhador do prêmio Nobel de Literatura em 1982 – em seus romances. Difícil é não sair inspirado de lá. A Cidade Murada é belíssima e percorrê-la faz surgir um grande encantamento e entusiasmo no coração. É como fazer parte de uma poesia.

É, meus queridos... eu posso tentar, mas como o autor mesmo disse: “No es posible definir a Cartagena”. Para compreendê-la, é preciso vivê-la, por si mesmo. Só assim para que você entenda realmente o que me faz suspirar nas linhas deste texto...

Ahh... Indefinible e inolvidable Cartagena!

Comentários

  1. Lu, belíssimo esse post de Cartagena, lugares lindos, o colorido parece transmitir vida. Não sabia que era patrimônio mundial pela Unesco. Um dos meus próximos destidos. Obrigada por compartilhar 😍

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela leitura, amiga! Cartagena realmente transpira vida, alegria... É uma cidade riquíssima em história e cultura... com atrações para todos os gostos! Você vai amar, quando for! Abraços. 🤗

      Excluir
  2. Lugar lindo pela beleza e cultura.!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma cidade que encanta aos olhos e enche o coração de alegria! Obrigada pela passadinha por aqui! 😉

      Excluir
  3. Ótimas informações! Lugar lindo e interessante. 😘😘

    ResponderExcluir
  4. Cada vez mais fã de Viagens no Divã . Tens inspirado meus roteiros.Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom ter você como leitora, Marta! Obrigada por acompanhar o blog! 😉 Beijos.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas